domingo, 15 de março de 2009

verde e maduro...


Sê paciente,
espera que a palavra amadureça e se desprenda como um fruto,
ao passar o vento que a mereça.

segunda-feira, 2 de março de 2009

nisto, nunca deixarei de ser criança!

Passamos por muita coisa má na vida, e quem o negar mente descaradamente.

Mas há também uma coisa que eu não posso negar. Há uma coisa mais doce que qualquer outra coisa nesses momentos...
Melhor que qualquer chocolate para acalmar os nervos ou para fazer sentir mais enérgica; melhor que qualquer ida ao centro comercial para comprar uma coisinha que seja por "ser terapêutico"...

Não há nada como o colo do Pai,


o colo do meu Pai...

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Estive assim, mas já não estou!



É oficial: PASSEI A TODAS AS CADEIRAS ESTE SEMESTRE!


Notas melhores e piores, mas está passado!

Uffa!

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Trying to Be the Sun

Tradução da música "Trying to Be the Sun" dos Salvador


Não consegues entrar numa sala
Sem te sentires obrigada a ser a animadora da festa outra vez
Não suportas olhar à tua volta e ver alguém com má cara
Então pões aquela música de sempre a tocar e danças

Mesmo que estejas no teu limite
Não podes deixar ninguém entendê-lo
Porque estás ocupada demais a ser o tudo de alguém

(Refrão) Então diverte-te a tentar ser o Sol
A afugentar a tristeza de toda a gente
Boa sorte em tentar aguentar isso
Nunca será o suficiente
E os teus dias nunca acabam
Quando tentas ser o Sol

Eu sei que as tuas intenções são boas
Mas não é dificil para mim
Notar que não tens a mesma alegria dentro de ti
Sei que, sem dúvida, estás perto de te esgotares
Mas tu nem te permites entregares-te

Mesmo que estejas no teu limite
Não podes deixar ninguém entender
Porque estás ocupada demais a ser o tudo de alguém

Nunca vais ver quem és
Quando tentas ser quem não és


Música

Trying to be the Sun - Salvador

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Dizeres 03


O muito torna-se pouco quando se deseja um pouco mais.




(Francisco de Quevedo y Villegas)

domingo, 18 de janeiro de 2009

My Personal Space

Gosto do que posso chamar "meu"... Na minha opinião, o sentimento de pertença é um dos mais importantes na vida dum indivíduo. não há nada como chegar a casa e sentir "Aqui, tenho o que é meu, aqui estou no meu porto seguro; o meu ninho, que ninguém pode nem deve alterar...".


Síndrome de filha única? E se for? Não é por ter coisas que chamo "minhas" que deixo de gostar de partilhar outras coisas com quem me rodeia...



"Aqui, tenho o que é meu, aqui estou no meu porto seguro; o meu ninho, que ninguém pode nem deve alterar..."

Sabe bem, não é?

Assim é Marinhais...

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

ser cuidada...


É incrível como me consegues acalmar e apaziguar o coração e a mente, quando estou a chegar ao meu limite como ser humano...


Tu cuidas de mim quando eu não o sei fazer devidamente!

Obrigada!!